InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Distrito 04

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
AutorMensagem
Amethyst Portshore
Admin
avatar

Mensagens : 39
Data de inscrição : 12/03/2017
Idade : 27
Localização : Capital
Jogador : Állan

MensagemAssunto: Distrito 04   Ter Mar 14, 2017 1:10 pm

Relembrando a primeira mensagem :



DISTRITO 4


"O Distrito 4 é um dos distritos mais ricos de Panem. Sua indústria é a pesca, que é útil para os tributos nos Jogos Vorazes: eles têm experiência na utilização de redes e tridentes, formando anzóis a partir do zero, são bons nadadores, e sabem identificar a vida marinha comestível. "


Antecipando os dias da Colheita, o ambiente no Distrito 4 estava longe de ser tenso. Os mais fracos sempre se sentiram seguros por saberem que sempre terão os Carreiristas como voluntários, porém o voluntariado aqui não era tão comum quanto nos outros distritos carreiristas.


ATENÇÃO: Utilize este tópico para interagir dentro do seu Distrito (sozinho ou com o seu companheiro de Distrito). Pode falar de tudo, desde do que está fazendo até ao que está sentindo. Aproveite para desenvolver a história do seu personagem. A postagem não é obrigatória, mas apenas a faça se tiver a certeza que não mudará o distrito e ocupação do seu personagem depois. E lembre-se: O seu personagem ainda não foi escolhido na Colheita.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://78hungergames.forumeiros.com

AutorMensagem
Slash Airsmith

avatar

Mensagens : 47
Data de inscrição : 16/03/2017
Localização : Distrito 4
Jogador : Alison

MensagemAssunto: Re: Distrito 04   Sab Jul 01, 2017 7:51 pm


Slash Airsmith
▬▬▬▬▬☄️⚓️☄️▬▬▬▬▬


Chego cedo e começo a esmurrar alguns sacos de areia para treinar mais para hoje à noite. Sem dúvidas eu estaria em maus lençóis se não ficasse forte rapidamente. Segundo Quentin, daqui há seis dias eu iria novamente para a jaula, e não havia tempo a perder.

Encosto-me em uma das paredes próximas e vejo Zora, a garota que estava em segundo lugar na tabela e também filha do último treinador, chamando mais pessoas para lutar contra ela. Dessa vez com armas.

Fico um tempo vendo sua luta com o rapaz que veio do Dois e então ela desafia Levi, que responde rapidamente dizendo que não gosta de lutar com armas. Aproveito que Zora e Sidon estavam no tatame para fazer uma aproximação discreta ao rapaz.

- Levi... - chamo e minha voz parecia ter assustado ele. -
Desculpe, não foi minha intenção assustar. Preciso saber mais sobre aquilo... - digo, tomando cuidado com qualquer olhar torto.



I'm trying understand myself
Who I'm and who they are
Why a promise means so much to me?


Última edição por Slash Airsmith em Sab Jul 01, 2017 8:09 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sharpen Airsmith

avatar

Mensagens : 5
Data de inscrição : 09/06/2017
Jogador : Alison Iared

MensagemAssunto: Re: Distrito 04   Sab Jul 01, 2017 8:07 pm


Sharpen Airsmith
▬▬▬▬▬⚓️▬▬▬▬▬


Enquanto a segundo lugar exibe seus dotes, pego um dos arcos e sigo com os garotos mais novos para o stand de arco. Richie Ice-West e Luke Seaphox também pegam o arco.

- Hey, hey. Agora imaginem que aquele alvo em movimento seja sei lá, um tributo com adagas ou espada, e vejam só o que dá pra fazer com ele...

Preparo o arco e rapidamente disparo três flechas. A primeira acerta a perna direita, a segunda a boca do estômago e então a terceira flecha é mirada certeiramente na cabeça do alvo.

- Huuuum... Essa deve ter doído... Sua vez, Richie. - digo, rindo.

Ele pega o arco meio desajeitado e posiciona em sua mão. Era obviamente um arco para canhotos e Richie era destro. Acho que faltava um pouco de inteligencia ao rapaz de quase dois metros de altura. O primeiro tiro acerta a parede, e o segundo vai direto no meu alvo, cuja posição estava à 5 metros de distância do alvo dele. Luke começa a chorar de rir.

- Cara, tu é ruim demais! - gargalha Luke.

- Eu não sou ruim! Só prefiro usar machados... - ele questiona.

- Beleza, boys. Sem crise. Vai lá, Seaphox, mostra porque um garoto de 12 anos deveria ir aos jogos!

Luke pega uma lança de médio porte e então corre de um lado para o outro e então à joga em um alvo, fazendo-o atravessar no peito. Sem mais delongas, bato palmas, assim como Cutter, que assistia ao espetáculo de longe.

- É, nada mal... - brinco, e Luke rosna.

Volto meus olhos para Slash, que assistia ao combate de Zora, do outro lado da academia. Ele puxava assunto com Levi, um dos amigos da garota. Não me lembro de ver Slash com muitos contatos na academia além de Cutter, Sidon e a mim, mas era bom ver que estava fazendo novas amizades.

- E aí, Airsmith. Vai ficar assistindo os futuros moribundos ou vai lutar comigo nesse tatame? - responde Luke, enrolando uma das luvas na mão.

- Moleeeeeque! Avisei que da próxima vez ia fazer você beijar esse chão! - respondo sorrindo, caminhando até o par de luvas mais próximo.


⚓️ Courage ⚓️
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Leviathan Gamlen

avatar

Mensagens : 13
Data de inscrição : 09/06/2017
Idade : 17
Jogador : Johanna

MensagemAssunto: Re: Distrito 04   Sab Jul 01, 2017 9:09 pm


Leviathan Gamlen

Sigo com os olhos os movimentos de Sidon até ele subir ao tatame, pronto a iniciar seu combate com Zora. Mais uma desculpa esfarrapada. Zora não era burra alguma para eu poder crer que ela fosse engolir minhas desculpas com a frequência que eu as ofereço, e muito menos Sidon. Eu precisava colocar essa situação sobre controlo o mais depressa possível, antes que seja tarde demais.

Mantenho-me de braços cruzados observando a luta, tentando dar a mínima importância para o que acabara de ocorrer de forma a não trazer mais desconfianças ao de cima, enquanto Fenrir saltitava em redor do tatame narrando o combate entre ambos com um exagero de emoção na sua voz, ao qual quem mais observava respondia com risos. Deixava dúvidas de quem estava dando o show ali, se eram Zora e Sidon ou Fenrir comentando.

Escutando meu nome baixinho por detrás, minha atenção é roubada do tatame em um sobressalto. Pior ainda quando vejo de quem se tratava - Slash Airsmith. Rapidamente, minha expressão surpresa se franze tornando-se visivelmente irritada, pois a última coisa que esse garoto devia estar fazendo é exatamente estabelecer qualquer tipo de contato comigo.


— Perdeste a cabeça!? - susurro, num tom quase inaudível - Desaparece! Nós dois não podemos falar.

Viro logo meu olhar novamente em direção ao tatame, fazendo de conta que o rapaz não estava ali.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Slash Airsmith

avatar

Mensagens : 47
Data de inscrição : 16/03/2017
Localização : Distrito 4
Jogador : Alison

MensagemAssunto: Re: Distrito 04   Seg Jul 03, 2017 6:49 am


Slash Airsmith
▬▬▬▬▬☄️⚓️☄️▬▬▬▬▬


Era óbvio havia muita coisa em jogo na vida de Levi para reagir daquela maneira, mas eu não estava interessado em parar aqui, ainda mais depois do que aconteceu ontem.

- Não. Nós precisamos conversar, não sobre o que aconteceu, isso já não importa mais... Mas sobre como as coisas funcionam - respondo com firmeza.



I'm trying understand myself
Who I'm and who they are
Why a promise means so much to me?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Leviathan Gamlen

avatar

Mensagens : 13
Data de inscrição : 09/06/2017
Idade : 17
Jogador : Johanna

MensagemAssunto: Re: Distrito 04   Seg Jul 03, 2017 9:21 am


Leviathan Gamlen

Sinto o ar escapar pelas minhas narinas, reação involuntária que a insistência do garoto me provoca. Aparentemente, o que ele viu e sofreu dentro do clube não fora o suficiente para perceber que aquilo não era lugar nenhum para brincadeiras e que, como tal, qualquer assunto relacionado a isso não poderia ser tratado em qualquer lugar. Muito menos numa academia carreirista.
Decido como tal o ignorar por completo, ingenuamente achando que seria o suficiente para ele perceber o recado e abandonar o local. Mas sua voz insistimdo novamente diz-me, obviamente, o contrário.

Respiro fundo, novamente, já impaciente pelo facto de que não tardaria em algum dos três olhar em minha direção e obviamente suspeitar de alguma coisa. Esse garoto não tem um orientador com quem falar dessas coisas!? Porquê tanta insistência para comigo?

— Uma hora após o treinamento, na boca da serpente. - Cedo, em um susurro - Agora desaparece.

Não sei se foi boa ideia indicar um sítio tão perto da minha casa, mas não consegui pensar noutro sítio com pouco movimento àquela hora. Demasiado perto da academia ou do clube de luta seria perigoso, e depois de jantar não sei se Zora não quererá que nos encontremos... Bem, veremos. Com alguma sorte, ele nem saberá como chegar ao local.  


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Slash Airsmith

avatar

Mensagens : 47
Data de inscrição : 16/03/2017
Localização : Distrito 4
Jogador : Alison

MensagemAssunto: Re: Distrito 04   Seg Jul 03, 2017 1:14 pm


Slash Airsmith
▬▬▬▬▬☄️⚓️☄️▬▬▬▬▬


Ainda emburrado, ele responde dizendo onde poderíamos conversar com mais privacidade sobre o caso. Balanço a cabeça em concordância, mesmo não sabendo ao certo onde é o lugar.

- Estarei lá. - digo.

Saio de perto de Levi como se nada tivesse acontecido e ouço a voz de Sharpen me chamando junto com um monte de pirralho. Aí meu Deus...

- Que foi? - pergunto.

- Mostra pra esses pirralhos como é que se lança um tridente! - ele responde animado e então parece notar meu olho roxo. - Como foi que você conseguiu isso aí!?

- Fiquei treinando até mais tarde com Cutter e deu nisso... - respondo, desviando o olhar.



I'm trying understand myself
Who I'm and who they are
Why a promise means so much to me?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sharpen Airsmith

avatar

Mensagens : 5
Data de inscrição : 09/06/2017
Jogador : Alison Iared

MensagemAssunto: Re: Distrito 04   Seg Jul 03, 2017 1:19 pm


Sharpen Airsmith
▬▬▬▬▬⚓️▬▬▬▬▬


Apesar de ter perdido a memória e estar tentando se recuperar, sei bem quando Slash está mentindo. Meus olhos se encontram com o dele e então ele desvia o olhar.

- Tudo bem, crianças! Acabou o recreio, xô, xô... - dispenso os rapazes com a mão.

Me volto para Slash e fico encarando-o por um tempo. Ele não me diz nem mesmo uma única palavra, então dou um soco em seu peito e ele se contrai de dor. Cutter jamais faria isso com meu irmão, mesmo tendo força suficiente para causar um estrago ainda maior.

- Bela tentativa, irmão, mas você é um péssimo mentiroso. Conversaremos em casa mais tarde. - dou uma piscadela para ele e sigo até o vestiário. Agora era hora de ir à aula.



⚓️ Courage ⚓️
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Leviathan Gamlen

avatar

Mensagens : 13
Data de inscrição : 09/06/2017
Idade : 17
Jogador : Johanna

MensagemAssunto: Re: Distrito 04   Seg Jul 03, 2017 4:16 pm


Leviathan Gamlen

Com o inverno se aproximando e os dias se encurtando, àquela hora já não havia muita luz solar refletida pelas ondas do oceano, provocando uma atmosfera escura em que a encosta que formava a baía em nada ajudava, tapando a entrada para uma boa parte das já poucas luzes do distrito. O povo chama a este local a boca da serpente, por conta exatamente do formato que a encosta tomava ao rodear o oceano. A praia, comprida e estreita, dividia a encosta, semelhante a uma cobra. Para chegar até aqui, era necessário atravessar o declive acentuado dos rochedos e isso era quando não estava maré alta, altura em que o mar ocupava praticamente todo o areal, tornado quase impossível o acesso à baía por outro meio que não a nado. Para sorte de Airsmith, não era o caso de hoje.

Estou ainda de olhos postos no mar, de pé no exato local no meio do areal que marcava o centro da boca da serpente, quando finalmente escuto algum barulho vindo lá do fundo, indicando a presença de alguém perto do rochedo. Esta não era uma zona de pesca e, dado ao difícil acesso, visitantes são bastante raros pelo que posso me dar ao luxo de poder ter a certeza de quem é.

— Estás atrasado, Airsmith. - pronuncio, claramente, quando ouço seus passos suficientemente perto - No clube de luta, isso pode ser punível com a morte.

Viro-me só então para ele, fixando meu olhar pesado no seu.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Slash Airsmith

avatar

Mensagens : 47
Data de inscrição : 16/03/2017
Localização : Distrito 4
Jogador : Alison

MensagemAssunto: Re: Distrito 04   Seg Jul 03, 2017 6:06 pm


Slash Airsmith
▬▬▬▬▬☄️⚓️☄️▬▬▬▬▬


Logo que saio da academia sou chamado por Cutter, que queria certificar de que iria para casa e não a outro lugar. Por conta do caminho que tive que fazer, percebo que estou bastante atrasado para me encontrar com Levi.

No trote, sigo até a boca da serpente, mal conseguindo segurar a hora de finalmente poder tirar todas as dúvidas que invadiam minha cabeça. As dores no corpo começavam a ficar mais intensas no vento frio que vinha provavelmente das regiões mais frias de Panem.

Subo alguns rochedos e finalmente encontro Levi com os olhos no mar e os cabelos sendo jogados para trás. Ele fala comigo, indiferente mais uma vez. Sorrio com seu comentário.

- Ótimo, já era uma das minhas dúvidas... - digo, cruzando os braços ao me encostar e ver o quão a visão desse ponto era bonita. Suspiro pesadamente respirando um pouco do ar puro do Distrito 4 e finalmente percebo o quão Levi me encarava. - Você é um excelente lutador, eu... eu já fui um dia. Muito melhor do que sou hoje. - novamente olho para frente, começando o desabafo. - Preciso ficar mais forte para proteger as pessoas que amo, por conta disso estou disposto à tudo para fazer o melhor por eles. - olho Levi no fundo dos olhos. - Poderia me contar tudo o que sabe sobre aquele lugar?



I'm trying understand myself
Who I'm and who they are
Why a promise means so much to me?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Leviathan Gamlen

avatar

Mensagens : 13
Data de inscrição : 09/06/2017
Idade : 17
Jogador : Johanna

MensagemAssunto: Re: Distrito 04   Seg Jul 03, 2017 7:03 pm


Leviathan Gamlen

— Chegares atrasado ou não apareceres é o mesmo que estares brincando com o dinheiro das pessoas. É uma aposta em risco de ser perdida. E num distrito como o nosso, num lugar como aquele... acho que consegues imaginar como as pessoas não gostam nada que brinquem com o seu dinheiro. - continuo a explicação, ao ver seu sorriso em resposta como se isto se tratasse de alguma brincadeira.

Airsmith procede para me explicar sua situação e o porquê de se ter juntado ao clube. Eu queria repreendê-lo, mas sinceramente, não podia. Eu também me juntei ao clube por querer ajudar minha mãe. Mãe solteira e mera empregada, que só tem trabalho quando lhe é requisitado, eu simplesmente tive que fazer alguma coisa para a ajudar de alguma maneira, principalmente depois do que ela fez por mim. Mas se eu soubesse o que sei hoje... com certeza teria escolhido outro caminho.

É então que o rapaz me pede para lhe contar tudo o que sei sobre o clube. Não sei exatamente o que ele quer saber, mas tudo não lhe poderei contar. Não confio no rapaz e nosso combate deixou claro que somos de orientadores diferentes, pelo que não há absolutamente nada que me confirme que ele não esteja aqui só para me sacar informações sobre os planos de Mortimer. Ter perdido seu combate de baptizado e o terem deixado continuar no clube já me levanta suspeitas suficientes...

— A primeira coisa que te tenho a dizer é que cometeste um grande erro. A partir do momento em que eles começarem a apostar em ti a sério, não tens forma alguma de sair daquele lugar. Ou apareces quando és convocado ou eles dão cabo de ti. - começo, tentando esconder o sorriso torto que surge involuntariamente no meu rosto - Queres proteger a tua família? Então podes começar por não falar deles a absolutamente ninguém dentro do clube, e isso incluiria a mim. Se fizeres algo de errado ali dentro, e eles perceberem que melhor te afetarão atacando tua família em vez de a ti diretamente, assim o farão. Mas não te preocupes, eles te deixarão isso bem claro com ameaças constantes. Segue-as à regra e talvez tenhas alguma sorte... - Olho para ambos os lados, como se houvesse a possibilidade de mais alguém estar ali, antes de voltar a encarar o rapaz - Se queres saber mais vais ter que me dizer uma coisa. Quem é o teu orientador?


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Slash Airsmith

avatar

Mensagens : 47
Data de inscrição : 16/03/2017
Localização : Distrito 4
Jogador : Alison

MensagemAssunto: Re: Distrito 04   Seg Jul 03, 2017 7:20 pm


Slash Airsmith
▬▬▬▬▬☄️⚓️☄️▬▬▬▬▬


Meu coração congela com o comentário que Levi faz sobre os familiares. Lembro quase que imediatamente de Margaery, que estava dentro da sala de Quentin quando acordei. Levo uma mão à testa e fico imóvel olhando para o chão por um tempo.

Leviatã me fala um pouco sobre como as coisas funcionam no clube e então pergunta quem é meu orientador. Nem mesmo eu sabia quem é meu orientador.

- Não há mais volta... Minha família não pode me pagar a academia. Preciso ajudar de alguma forma... - comento para mim, como uma forma de explicar o porquê continuaria lá dentro.

Vejo Levi atento às minhas palavras. Ele parecia escolher cautelosamente cada letra que pronunciava, como se tivesse que filtrar algumas coisas antes de me falar um pouco do lugar onde eu lutaria.

- Quentin me levou lá dentro e me colocou para lutar, mas ouvi ele falando com alguém... Bardo, eu acho. Isso... O nome do orientador de Quentin é Bardo. Acredito que ele continuará o serviço a partir de agora, já que Quentin também é um lutador... - minhas palavras saem naturalmente, mas consigo notar o clima pesado após citar Bardo para Leviatã.



I'm trying understand myself
Who I'm and who they are
Why a promise means so much to me?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Leviathan Gamlen

avatar

Mensagens : 13
Data de inscrição : 09/06/2017
Idade : 17
Jogador : Johanna

MensagemAssunto: Re: Distrito 04   Seg Jul 03, 2017 7:49 pm


Leviathan Gamlen

— Não há mais volta ponto. Nada mais a acrescentar. Podes fazer toda a choradeira possível para tentar sair, podes auto-mutilar teus dois braços, que eles te farão lutar só com as pernas.

Minhas palavras saem ríspidas e agressivas, mas tampouco havia volta a dar para mim. Airsmith sabia quem eu era, sabia da minha vida dupla e se alguém o descobrir, me descobrirão a mim também. Tinha que me certificar que deixava tudo claro.

Cruzo meus braços sobre o peito e aguardo sua resposta à minha pergunta. Meus olhos arregalam ao escutar o nome do Bardo, mais por instinto que outra coisa, porque surpresa não era. Depois de ter visto Quentin com ele, só podia se tratar de Bardo. Aliás, bem típico dele deixar seus lutadores sem explicação alguma. Se Mortimer sonha sequer que estou falando com um dos seus lutadores... minha vontade era terminar a conversa e já, mas aproveitarei para deixar alguns pontos bem claros.

— Sem querer deixar a falsa informação de que haja uma opção "menos pior" naquele lugar,  tenho que te dizer que mesmo assim, calhou-te a pior carta do baralho. -Deixo sair um longo suspiro, antes de continuar a falar - Mencionaste a academia. Deixa-me já te dizer que ninguém, absolutamente ninguém lá dentro poderá saber que estás envolvido no clube de luta. Como podes imaginar, os valores de honra da Academia não coincidem lá muito com atividades ilegais. E Arodon não pensará duas vezes em te denunciar ao prefeito. Ele e mesmo alguns dos alunos. E se alguém me descobrir através de ti... podes crer que arranjarei tempo de te massacrar ainda antes da nossa inevitável execução.

Faço mais uma pausa, garantindo que Slash estaria prestando bem atenção às minhas palavras. Sinto-me estranho por o estar ameaçando da mesma forma que os superiores no clube de luta nos fazem, mas era da forma que ele já percebia como funcionam as coisas.

—Do outro lado, também não convém muita gente do clube de luta saber que estás frequentando a Academia Carreirista. Primeiro, estares ligado a um local tão público e com a presença de pessoas relevantes no distrito é automaticamente um risco para eles. Segundo, e mais importante, caso tenciones realmente ser voluntário... como podes imaginar, eles não gostarão de perder um lutador dessa forma. Eles vêm o voluntariado como uma forma de escapares ao controlo do clube, e, como espero já ter deixado bem claro, eles não deixam isso acontecer com tanta facilidade.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Slash Airsmith

avatar

Mensagens : 47
Data de inscrição : 16/03/2017
Localização : Distrito 4
Jogador : Alison

MensagemAssunto: Re: Distrito 04   Seg Jul 03, 2017 8:04 pm


Slash Airsmith
▬▬▬▬▬☄️⚓️☄️▬▬▬▬▬


Cuspo no chão depois de ouvir as palavras do lutador que estava no mesmo buraco que eu.

- Merda. - digo, ainda absorvendo todas informações. - Ninguém vai saber que você luta lá, Leviatã. Tem seus motivos para fazer isso e por mais que seja um monstro lutando, tenho certeza que há algo nobre no seu porquê. - estico os braços, como se me despreguiçasse, pensando em Quentin e nesse tal Bardo. Tinha certeza que daqui duas semanas conhecerei esse tal homem. - Preciso aprender a perder essa forma de lutar da academia. Gostaria de pedir sua ajuda com isso, o que fez ontem foi incrível. - respondo, levando à mão no olho, como se lembrasse do soco.



I'm trying understand myself
Who I'm and who they are
Why a promise means so much to me?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Leviathan Gamlen

avatar

Mensagens : 13
Data de inscrição : 09/06/2017
Idade : 17
Jogador : Johanna

MensagemAssunto: Re: Distrito 04   Seg Jul 03, 2017 8:24 pm


Leviathan Gamlen

Tenho de me conter para não revirar os olhos com as palavras que parecer ser quase decoradas pelo rapaz, elogiando minha forma de lutar e meus motivos que ele desconhece, em primeiro lugar. Não consigo acreditar que alguém seja simpático ao ponto de dizer ou assumir tais coisas, sem sequer me conhecer, pelo que só acabo por desconfiar ainda mais de Airsmith.

O que ele me vem dizer a seguir só me mostra que provavelmente só o disse para que eu agora o ajudasse. Não sei o que ele espera alcançar com isso, mas só me mostra que ele ainda não percebeu que o clube de luta não é como uma academiazinha em que todos são amigos e se entreajudam para melhorarem.

— Nem pensar. - respondo, de imediato  - Acho que ainda não percebeste a gravidade da situação. Eu nem deveria estar falando contigo agora... - volto a divergir o olhar para os lados, como se mais alguém estivesse ali - Aliás, é a primeira e última vez em que isto acontece. Se quiseres falar comigo a partir de hoje, só dentro do clube de luta. Nunca fora dele, e muito menos na Academia.

E só porque no clube as paredes têm ouvidos, e com certeza alguém estará ouvindo nossa conversa para garantir que não espalhamos informações.

— Lutamos para orientadores diferentes, Airsmith. Isso significa que a partir de agora, somos como inimigos. Depois do combate de ontem não voltaremos a lutar tão cedo, provavelmente te manterão alguns escalões abaixo por uns tempos mas mesmo assim... bem, quando conheceres o Bardo vais perceber o que te quero dizer.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Slash Airsmith

avatar

Mensagens : 47
Data de inscrição : 16/03/2017
Localização : Distrito 4
Jogador : Alison

MensagemAssunto: Re: Distrito 04   Seg Jul 03, 2017 10:14 pm


Slash Airsmith
▬▬▬▬▬☄️⚓️☄️▬▬▬▬▬


Levo minha mão ao rosto enquanto escuto as palavras bloqueadas de Levi.

- Você entendeu tudo errado, Gamlen. Me considerar um inimigo? Isso sim é piada. Não tenho orgulho algum dentro de mim, não a ponto de vir até aqui e pedir sua ajuda. Não sou do tipo de pessoa que implora por atenção ou ajuda, mas isso... - aponto para meu corpo, mostrando que ainda não estava em plenas condições de me virar completamente sozinho. - Conhece Cutter, conhece Sharpen, que são da minha família. Sabe que nós sabemos reconhecer quando alguém faz algo com maestria.

Dou de ombros e desvio o olhar do rapaz. Por quê as pessoas tinham que fazer tanto jogo?! Não faz sentido pra mim. Talvez o problema fosse mesmo eu por me meter nessas situações embaraçosas.

- De qualquer forma, obrigado pelas breves palavras. - aceno com à cabeça e me preparo para voltar pra casa. Ainda teria uma baita dor de cabeça em tentar explicar esse olho roxo para Sharpen.



I'm trying understand myself
Who I'm and who they are
Why a promise means so much to me?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Leviathan Gamlen

avatar

Mensagens : 13
Data de inscrição : 09/06/2017
Idade : 17
Jogador : Johanna

MensagemAssunto: Re: Distrito 04   Seg Jul 03, 2017 10:40 pm


Leviathan Gamlen

Numa situação normal, eu deixaria o garoto se afastar à vontade. Eu queria que essa conversa fosse o mais breve possível, para a segurança de ambos, mas o que ele acabou de dizer simplesmente não cabia dentro de mim. Preciso de alguns segundos para processar se ele tinha mesmo dito aquilo, mesmo depois de tudo o que já lhe expliquei.

— Eu que entendi tudo errado!? - cuspo as palavras, quase num riso, de tão estúpido que aquilo soava  - Eu acho é que você ainda não se apercebeu da gravidade da situação. Há muito dinheiro envolvido naquilo, Airsmith. Vidas são perdidas e para eles só é mais motivo de festa. Ou de motim, dependendo a qual orientador pertenceres... aquilo são como fações inimigas. Daí o que eu disse. Se a nossa conversa não foi o suficiente para te fazer ver isso, nem o que te aconteceu ontem, então repito as minhas palavras: espera até conheceres o Bardo. Aí, eu espero que entendas rapidamente, para o teu próprio bem.

Continuo encarando o rapaz, seriamente, esperando que dessa vez o recado fosse entregue.

— Se queres mesmo que te ajude, só há uma coisa que te posso dizer: esquece tudo o que aprendeste sobre combates, porque dentro da jaula não há regras.




Última edição por Leviathan Gamlen em Seg Jul 03, 2017 10:59 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Slash Airsmith

avatar

Mensagens : 47
Data de inscrição : 16/03/2017
Localização : Distrito 4
Jogador : Alison

MensagemAssunto: Re: Distrito 04   Seg Jul 03, 2017 10:57 pm


Slash Airsmith
▬▬▬▬▬☄️⚓️☄️▬▬▬▬▬


- Vou conhecê-lo daqui alguns dias, então tirarei minhas próprias conclusões... - Começo a tomar certa distância de Levi. Já estava impaciente para continuar a conversa vendo que não conseguiria mais do que seus "não" como resposta, mas antes de seguir para casa, ele me repete sobre as lutas ilegais e suas regras.

Viro meu olhar para ele e encaro-o no fundo dos olhos. Levi também não mentia, assim como eu. Aceno com a cabeça, em concordância e então sigo para casa.



I'm trying understand myself
Who I'm and who they are
Why a promise means so much to me?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Slash Airsmith

avatar

Mensagens : 47
Data de inscrição : 16/03/2017
Localização : Distrito 4
Jogador : Alison

MensagemAssunto: Re: Distrito 04   Qua Jul 05, 2017 8:56 pm


Slash Airsmith
▬▬▬▬▬☄️⚓️☄️▬▬▬▬▬


Visto um shorts e uma camiseta de treino e abro a janela de casa. Me sentia péssimo por ter que fazer isso com minha família, mas era extremamente necessário. Já havia se passado mais de 15 dias desde minha luta com Levi, e desde então, venho treinando dobrado, intercalando entre corpo a corpo e combate com armas.

Segundo Quentin, a luta de hoje seria com armas. As palavras de Levi me vem à cabeça e me lembro de quando ele disse que dentro da jaula vale tudo. Já era evidente e óbvio que tudo o que Quentin queria não era me ajudar, e sim me matar para voltar à pressionar Margaery. Sinto minha coluna enrijecer só de pensar na possibilidade de ver Quentin e Margaery juntos.

Na última semana, para não ficar dando alguns foras seguidos em meus pais, disse que ajudaria no estabelecimento, mas obviamente ficaria dentro das salas. Queria de longe ter que esbarrar com algum dos apostadores da academia e acabar dando mais motivos de desconfiança para meus pais.

Para minha sorte, o local onde as lutas são realizadas é bem longe de casa, nesse caso muito provavelmente eu não encontraria qualquer apostador ou lutador pelos lugares onde ando. Segundo o que dizem, os Pacificadores também não rodeiam muito essa região, o que a torna um pouco mais vulnerável para tráfico e roubo, coisas incomuns no Distrito 4.

Bato três vezes na porta e Urso aparece, me revistando de cima para baixo. Aceno com a cabeça e ele então me permite entrar, sem muito rodeios. Ele encosta em meu ombro e me faz virar para ele novamente, fazendo um sinal sobre meu corpo e então um jóia com a mão, provavelmente perguntando se estava tudo bem comigo.

- Está tudo bem, Urso! Tentarei não deixar você me carregar hoje.

O Avox faz um resmungo com a garganta que se assemelhava bem a uma risada abafada e se vira para revistar outras pessoas.

Já estava tendo uma luta dentro da Jaula, por pouco meus olhos não percebem que o rapaz era nada mais nada menos que Quentin Pullover. Ele segurava uma lança com as duas mãos e desviava dos ataques de uma garota com duas adagas. Com um movimento rápido Quentin chuta o braço da garota, desarmando-a. Seu pé toca o chão e ele raspa com a ponta da lança o outro braço da garota, que faz um barulho de dor.

A torcida vai à loucura. Ela já havia sido desarmada. Pelo que li, quando o oponente é desarmado ele pode desistir escolher batendo na jaula três vezes ou tentar recuperar seus pertences. Mas desistir aqui não era uma opção, e deixar alguém desistir não seria uma opção para Quentin.

O rapaz passa uma rasteira na garota com a lança e então mira de cima para baixo sua cabeça. Não consigo acreditar no que meus olhos assistiam. Paralisado, sigo em direção a jaula. Os gritos de alegria supriam os gritos de dor da garota quando essa leva uma das mãos nos olhos para fazer com que o sangramento pare. Quentin havia cegado ela do olho esquerdo e ria disso como um lunático.

Ele joga a lança no chão e levanta os braços, correndo até a jaula e se pendurando nela, urrando enquanto a balançava.

- COMO É MEU NOME?! - ele grita.

- QUENTIN! QUENTIN! QUENTIN! - gritavam os apostadores vitoriosos em uníssono.

- É assim que as coisas funcionam, Kid. - diz uma voz rouca atrás de mim. Viro-me e vejo um senhor vestido com um chapéu proveniente do Distrito 10 e um charuto na boca. Ele tinha uma cicatriz em um dos olhos, e apesar de estar velho e gordo, seu olhar era naturalmente intimidador. Ele tira o charuto da boca e aponta para a jaula. - Entrando lá a vida te dá duas escolhas. Matar ou ser morto.

- Bardo. - digo, encarando-o nos olhos. O velho abre os dentes brancos como mármore e esboça um sorriso.

- É um prazer te conhecer, Kid. Ter os dois melhores garotos da academia no ano 75 no meu grupo é deslumbrante. Vocês são um poço de dinheiro.

Fico sem jeito de responder qualquer coisa e acabo apenas por concordar com Bardo. Ele então se aproxima de mim o suficiente para que eu possa ouvir sua respiração.

- Mas na sua estréia não me fez ter lucro, apenas o prejuízo de ter te colocado lá dentro e pagado sua diária. Espero que isso não se repita hoje.

- Não vai. - respondo. - Agora se me dá licença, preciso me arrumar para minha luta. Ela começa em 20 minutos, e atrasos são perda de dinheiro para você e os apostadores.

Bardo sorri, desafiadoramente e antes que pudesse responder, Quentin aparece.

- Você viu aquilo, Airsmith?! Se fizer menos do que o que eu fiz...

- Você arrancou um olho dela sendo que a luta já havia terminado e ela estava desarmada. - sinto meu rosto corar ao ver Quentin se gabando por cegar uma menina já derrotada.

- Oh! Ficou com dó, Airsmith?! Sabe quem é aquela vagabunda?! Eles o chamam ela aqui de Olhos de Corvo. Aquela biscate já deixou três lutadores cegos dos dois olhos e matou uma criança em plena noite de estreia, assim como você teve há 15 dias... Eu ainda tive misericórdia deixando ela enxergando de um dos olhos. - ele retruca, me fazendo olhar para a garota novamente, dessa vez com outros olhos. Não há honra aqui.

- Entendi. Vou me arrumar, já já é minha vez. - dou as costas a Quentin e sigo até a sala de Bardo, onde poderia terminar de me arrumar e trazer minha arma comigo.



I'm trying understand myself
Who I'm and who they are
Why a promise means so much to me?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Quentin Pullover

avatar

Mensagens : 5
Data de inscrição : 09/06/2017
Localização : Distrito 4
Jogador : Alison Iared

MensagemAssunto: Re: Distrito 04   Qui Jul 06, 2017 1:05 pm


Quentin Pullover
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬


E então, boss?! O que achou da minha estupenda atuação essa noite? Todos estão gritando meu nome! Ouça... - digo, abrindo os braços e olhando para os céus.

Você me deu metade do lucro que aquele moleque deu na noite de estréia, e olha que ele perdeu. - responde Bardo, fazendo-me encará-lo por um instante.

Sinto meu rosto corar e meu punho fechando no mesmo instante. Como esse gordo azedo tem coragem de falar uma coisa dessas na minha cara?!

Como é que é?! Ele lutou com O Leviatã! É impossível ter te dado algum lucro.

Bardo coça a barriga e então olha ao redor.

Tem muito que aprender se quiser ser um orientador um dia, Quentin. E primeiramente, o público presente hoje não soma nem um terço do que tínhamos aquele dia. De qualquer forma, aqui está seu pagamento. — ele me entrega um envelope e então faz um sinal para que eu me retire com as mãos. — Agora, vá. Saia da minha frente. A luta do moleque vai começar. — Quando finalmente viro de costas, ouço a voz de Bardo me chamando um pouco mais longe. — Aliás, você fez algo que tenho que tirar meu chapéu... — ele retira o chapéu e me arranca um sorriso malandro. — Ter trazido um rapaz que já morreu para nosso clube e apelidá-lo de Phoenix foi perfeito.

Volto a me virar de costas e soco a primeira porta a minha frente, quebrando-a com um único soco. Como pode aquele bastardo ter dado mais lucro que eu?! Sou um dos melhores lutadores desse lugar. Não é possível que Airsmith tenha conseguido trazer mais benefícios... Mas isso não vai ficar assim. Depois que Airsmith ver quem é seu oponente essa noite, tenho certeza que seus dias no clube de luta acabarão tão rápido como começaram.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Leviathan Gamlen

avatar

Mensagens : 13
Data de inscrição : 09/06/2017
Idade : 17
Jogador : Johanna

MensagemAssunto: Re: Distrito 04   Qui Jul 06, 2017 9:09 pm


Leviathan Gamlen
Counselor, give me some advice
Tell me how hard will I fall if I live a double life?

Apesar de não ter sido convocado para essa noite, minha curiosidade em saber como Slash se iria virar dessa vez falou mais forte. Numa época normal, o comum no clube é intrecalarem os dias da semana entre corpo a corpo e combate com armas, pelo que hoje Airsmith lutaria acompanhado do seu tridente.

Encostado na parede dos últimos degraus junto a Mortimer, minha atenção só é desviada para a jaula quando os gritos agoniantes da garota ecoam por todo o compartimento, me relembrando exatamente o que me fez focar maioritariamente no corpo a corpo. Eu vim para aqui já sabendo mais ou menos lutar, e após meu baptizado Mortimer viu logo que não podia perder a oportunidade de deitar as mãos e tentar me tornar ainda maior. No meu segundo dia, já me tinha colocado um mangual nas mãos.
Combinámos que continuaria a me focar mais no corpo a corpo, e que apenas me estrearia com armas quando realmente estivesse preparado. Isto na época em que Mortimer ainda estava tão fascinado comigo que dava para ter uma conversa decente com ele e realmente chegar a algum ponto de acordância, sem ameaças envolvidas. Quando finalmente esse dia chegou... tinha eu doze anos, e meu oponente, exatamente a mesma idade. Uma garotinha ladra que manuseava uma alfanje quase desde que nascera. O problema dela... é que não era muito esperta, muito menos resistente. Eu não sabia o que estava a fazer, não tinha ainda bem consciência das coisas quando se tratavam de armas e bastou um golpe um pouco mais forte para a derrubar no que eu na altura pensei ter sido apenas uma perda de consciência... até me aproximar e ver como o sangue jorrava do seu crânio. Não sei o que foi mais doentio - o que eu fiz ou como os apostadores aplaudiam e gritavam o meu nome quando perceberam o que tinha acontecido. No dia seguinte, troquei logo o mangual pela boladeira e mesmo assim são raros os combates que faço com ela.

Combates armados quase sempre acabavam com ferimentos graves e algumas vezes, fatais. Aliás, para eles é isso que faz o combate ser interessante, porque ao comparar com um combate corpo a corpo, um armado tem geralmente uma duração muito mais curta. A ação é deixada toda para o golpe final, ou é perdida quando um dos dois é desarmado, já deixando de caras quem é o vencedor mais provável - enquanto que no corpo a corpo a ação é mais constante e o suspense maior. Foi mais ou menos por isto que Mortimer também já não se rala tanto em insistir comigo no que toca a armas, quando o lucro lhe é bem maior no corpo a corpo e pelas palavras dele, "não se pode dar ao luxo de que eu seja morto em combate", já que a esta altura do campeonato eu seria um alvo principal a abater por parte da competição se lhes fosse dada a oportunidade.

Fazendo impulso com o gancho que lhe substitui a mão direita na parede, Mortimer pula para o degrau debaixo e diz que vai ter com Vicki à sala de preparação dele. Vicki, a Bárbara era exatamente a outra razão que Mortimer tinha para não precisar de mim de arma na mão para nada. Mais corpolenta que a maioria dos rapazes que frequenta esse clube, qualquer um treme quando a vêm de machado nas mãos.

Deixo meu corpo ceder e sento-me na bancada mais longínqua da jaula, bem lá em cima, sabendo que o combate de Airsmith começaria em breve. Não sei o que esse garoto tinha na cabeça, mas pior que ele só o Bardo. Colocar Slash num combate de armas no seu segundo dia, quando perdeu o primeiro combate, parece-me a coisa mais imprudente de sempre principalmente tendo em conta que o nome Airsmith não é tão incóǵńíto assim no nosso distrito. Ele não é um vagabundo qualquer de que ninguéḿ sentirá falta. O que ele pensa que vai fazer caso ele perca a vida nesse combate? Vai jogar o seu corpo aos cães ou ao mar do mesmo jeito?



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Slash Airsmith

avatar

Mensagens : 47
Data de inscrição : 16/03/2017
Localização : Distrito 4
Jogador : Alison

MensagemAssunto: Re: Distrito 04   Sab Jul 08, 2017 12:04 am


Slash Airsmith
▬▬▬▬▬☄️⚓️☄️▬▬▬▬▬


Usei a desculpa de vir até a sala de Bardo não para trocar de roupa, mas para pensar no que estava prestes a acontecer. Lembranças de quando queria ser voluntário e ir aos Jogos Vorazes invadem minha cabeça quase que de imediato. Olho para frente do espelho e recuo, vendo ali o mesmo olhar que tinha antes. Por um instante, fico me observando e percebendo que havia me tornado uma pessoa completamente infeliz e saciada por proteção aqueles que eu amava. Dentro daqueles olhos, vi que não tinha mais aquele apego, aquele amor de mãe e filho, pai e filho. No olhar dos meus pais eu conseguia perceber o quanto eles ansiavam por saber mais sobre mim, sobre meu dia, qual meu progresso. Me fechei a tudo isso, e agora estou aqui, à beira da morte.

Toco meu rosto e sinto lágrimas se formando em meus olhos. Esse vício de querer ser melhor do que quem eu já fui estava me matando, lentamente sem que eu percebesse. Meus pais andam tão tristes, tão pra baixo. Margaery está sempre tentando me colocar para cima, mas era eu que deveria estar fazendo isso por ela. Afastando ela de Quentin. Mantendo ela em segurança só com minha presença. Até mesmo Sharpen parecia estar um pouco mais retraído em relação a todas minhas brincadeiras.

Dou um soco no tablado e deixo as lágrimas escorrerem dos meus olhos, sem barreira, sem tentar segurá-las com medo que alguém visse ou risse de mim. Pela primeira vez eu sentia como se estivesse sendo sincero comigo mesmo.

Seguro o tridente que se prendia a parede e faço uma promessa em silêncio. Algo meu. Algo que somente eu, Slash Airsmith saberia e mais ninguém.

Eu prometo... Por esse tridente, por tudo o que estou lutando, pela minha vida. Não vou deixar essa segunda oportunidade escapar. Você está livre para ser eu”. Essa promessa não faria o menor sentido para ninguém, mas não é como se alguém tivesse desmaiado após uma explosão e acordado achando que é outra pessoa. Aquele Slash não morreu, aquele ainda sou eu.

Encaro o espelho uma última vez e sigo em direção à Jaula. Antes mesmo que eu possa abrir a porta, Quentin aparece, totalmente irado. Se me lembro bem, eu odeio Quentin. Não só por causa de Margaery, também tinha o fato de que ele era sujo, traiçoeiro e todo cheio de malandragem. Não mais pra cima de mim.

- Tá chorando por quê?! – pergunto.

Quentin grita para que eu saia da sala e manda alguns outros palavrões como acompanhamento.

- Entendi... – digo, fechando a porta até ser interrompido pelo som de sua voz.

- Espero que você morra lá em cima, Airsmith. MORRA! - ele grita, como se fosse mudar a realidade dos fatos.

Quentin achava que eu não me lembrava direito das coisas, mas agora tudo estava bem claro para mim, só não podia dar esse gostinho a ele. Dou de ombros pro seu chilique e saio da sala.

O clube de luta estava com aproximadamente metade de sua capacidade máxima, algo estranho já que estava praticamente vazio quando cheguei a ver a luta de Quentin. Meus olhos encontram-se com os de Bardo e ele sorri, apontando a porta da Jaula enquanto pegava dinheiro das pessoas.

Já em cima da Jaula encaro meu oponente. Seu rosto era completamente incomum para mim, além de todas as marcas de luta que tinha nos braços, pernas e rosto. O homem estava acima do peso, mas parecia ter uma força desumana, e não digo isso somente por causa dos seus bíceps, tríceps ou tudo o que é “ceps”. O homem segurava um machado de duas faces em apenas uma das mãos, claro que apenas segurando, mas de qualquer forma, isso iria precisar de muita força.

Encaro Bardo e engulo em seco, segurando o tridente com uma das mãos.

- Esse é o Muralha, como o chamamos. Ele é forte, já matou um ou dois nessa brincadeira. Tome muito cuidado com o machado. Apesar de ser desengonçado e lerdo, ele é extremamente forte. Uma daquelas e você pode dar adeus à sua vida. Posso contar com você, Airsmith? - ele pergunta, me olhando nos olhos, como se me desafiasse.

- Vamos ver. – respondo, sem dar muitas palavras.

- Senhoras e Senhores, está na hora da nossa última luta da noite! O nosso calouro, com tridente... The Phoenix! – ouço as pessoas gritarem como se estivessem loucas para ver sangue. – Do outro lado, com o machado de duas faces, o grande e imbatível, MUUUURALHAAAA!!!!

O alvoroço aumentou ainda mais quando Muralha levanta as mãos com o machado sendo segurado por elas. Atrás de mim, ouço a voz de Bardo uma última vez falando que eu era o azarão da noite para alguma outra pessoa. Filho da Puta, azarão?!

O instrutor grita e então a luta começa.

Muralha pega seu machado de dupla face e vem como um touro para cima de mim. Fazendo o menor esforço possível, desvio de seu primeiro ataque e percebo que seu machado fica preso no chão por conta da tamanha força que o homem aplicou no golpe. Ele solta um rosnado, tirando o machado de uma única vez, então me encara e sorri.

- Você vai ser meu pacote de dinheiro essa noite, Azarão.

Decido não responder, porque sabia que seria uma forma de me tirar a atenção. Giro meu tridente no ar e então tento me aproximar o suficiente para cutuca-lo. Muralha recua e então algo inacreditável acontece. Minha sentença de morte.

Muralha lança meu tridente para a lateral da Jaula com seu machado, me desarmando com tanta força, que precisei soltar o tridente para não ser jogado junto com ela. Meus olhos encontram com os dele então ele dá um sorriso de lado, levantando seu machado.

O grandão avança novamente me fazendo colar com as costas na Jaula. Ele era pesado, e tinha que me aproveitar disso enquanto tinha fôlego. Encosto meus pés na Jaula e então me lanço para frente, passando do lado de sua perna enquanto ele desferia um golpe crucial. Ouço o machado arrebentando as grades da Jaula e Muralha urrando para os céus.

Aproveito o momento para correr em direção ao meu tridente e recuperá-lo novamente. Sigo em direção à parede contrária e encaro Muralha com um sorriso no rosto.

- Vem. – digo, provocando-o.

Ouço algumas pessoas gritarem um “OH” depois que pronuncio minha única palavra. Muralha corre em minha direção sem pensar duas vezes. Me coloco contra parede e então apoio meu pé na jaula para lançar meu tridente. Sem nem ao menos hesitar, atiro o tridente diretamente na perna esquerda de Muralha, fazendo-o despencar de uma única vez.

Pego seu machado no chão e jogo para trás de mim. Ele me olha, com uma expressão de dor e ódio, se esforçando para levantar.  

- Não, você não vai a lugar algum. – Pressiono o tridente em sua perna e ouço ele urrando de dor. - Desista, Muralha. A luta já acabou.

- Nem fodendo, seu garoto de merda. – Ele responde, cuspindo em mim.

Retiro o tridente de uma única vez de seu joelho com o apoio dos pés para segurar sua perna e então olho para ele de cima para baixo. Penso duas vezes antes de finalizá-lo de uma única vez, mas a verdade é que a curiosidade estava me matando. Eu estava tão puto com tudo o que vinha fazendo e como as coisas vão acontecendo, que solto o tridente das mãos e sento em cima de sua barriga, socando seu rosto repetidas vezes por alguns longos segundos antes de perceber que seu sangue estava espirrando em minha roupa.

Abro a palma da dor e sabia que a adrenalina do momento cortava qualquer dor possível, mas que doeria muito amanhã de manhã. Solto um grito e então dou um último soco em Montanha, me colocando de pé com a mão cheia de sangue. Começo a ouvir os gritos enlouquecedores do público voltando em minha direção e agora não restava mais dúvida alguma. Estava começando a perceber que não demoraria muito a voltar a ser quem já fui um dia.

Muralha estava apagado no meio da Jaula e então o juiz pega meu braço esquerdo e levanta para cima.

- O vencedor da noite, Slash Airsmith. THE PHOENIX!

Ouço berros e gritos das pessoas por toda escadaria. Volto meus olhares à Bardo e percebo que o velho sorria alegremente contando notas e mais notas de dinheiro. Atrás dele, consigo sentir de longe o ódio que Quentin emitia ao ver tanta gritaria de felicidade ao me ver vitorioso no combate. Meus olhos encaram os dele, e pela primeira vez ele não desvia o olhar.


I'm trying understand myself
Who I'm and who they are
Why a promise means so much to me?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Leviathan Gamlen

avatar

Mensagens : 13
Data de inscrição : 09/06/2017
Idade : 17
Jogador : Johanna

MensagemAssunto: Re: Distrito 04   Seg Jul 10, 2017 10:19 pm


Leviathan Gamlen
Counselor, give me some advice
Tell me how hard will I fall if I live a double life?

Ouço o locutor dar início ao combate e endireito minhas costas, de olhos postos na jaula, atento. Com que então Slash combateria o Muralha. Bardo gosta mesmo de jogar seus novatos no mar, para ter a ousadia de o asignar para um combate destes após ter perdido o baptismo só pode...

Slash precisava utilizar a falta de inteligência do outro em seu favor se queria ter alguma hipótese - da mesma forma que eu fiz no meu primeiro combate armado. Isso se não quiser ter o crânio esmagado. Eu espero mesmo que assim o faça, pois não quero imaginar o escândalo se o corpo de um Airsmith, daquele Airsmith, fosse desaparecer de um dia para o outro... ainda menos com a possibilidade, apesar de escassa, de alguém nos ter visto conversando na Boca da Serpente daquela vez.

Deixo sair um longo suspiro quando o rapaz é, tal como previa, rapidamente desarmado e o público começa a fazer ecoar o nome do Muralha, num cântico ensurdedor. Porém, ao que parece para surpresa de todos, Airsmith consegue dar a volta e recuperar sua arma. Algo que quereria chamar de inteligente, não fosse ele cometer logo de seguida o estúpido erro de provocar o Muralha. Agora é que vai ser...

...mas a próxima coisa que vejo, é o tridente de Airsmith ser espetado na perna do lutador. Sinto minhas sobrancelhas arregalarem independentemente, fazendo-me inclinar o corpo para a frente de forma a melhor observar a situação. Ao ver ter oportunidade, o rapaz salta para cima do homem e começa a enchê-lo de porrada, o que me faz levantar de vez. Por favor, não sejas idiota para fazer uma coisa dessas...

Começo a descer as escadarias, sempre de olhos postos na cena, até perceber que Slash não ia parar tão cedo. Quando ouço seu nome ser anunciado vencedor, já estou a meio do corredor a caminho do compartimento de Mortimer.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Zora Greyport

avatar

Mensagens : 35
Data de inscrição : 16/03/2017
Idade : 18
Localização : Distrito 4
Jogador : Johanna

MensagemAssunto: Re: Distrito 04   Seg Jul 10, 2017 10:53 pm


ZORA GREYPORT
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬

— Falhaste completamente para comigo hoje, Sidon. Eu não acredito que foste capaz de perder um momento tão glorioso. - Falo, por entre risos que me escapavam, aos quais a expressão na cara de Fenrir também não ajudava - Não, desculpa mas não há qualquer favor que a tua mãe precisasse que justificasse tal coisa.

Hoje, algum tempo após o horário normal de funcionamento da Academia ter encerrado que Fenrir encontrara uma ratazana no balneário dos rapazes. Combinámos em apanhá-la para a atirar para dentro do compartimento onde Bindi trocava de roupa, mas tanto Sidon como Levi tiveram que sair mais cedo. Uma grande falha na vida deles, porque eu acho que nunca ouvi um berro tão alto. E a expressão dela quando abriu a porta para fugir do temível bestante...

— Eu só acho que alguém vai apanhar amanhã de manhã - Fenrir acrescenta, ainda rindo - E não vou ser eu.

— Mal posso esperar para que ela tente. E só não foi hoje porque ela já tinha lavado o cabelo e acho que aquilo é como se fosse sagrado para ela, coitada.  -  Dou de ombros, ainda rindo. Certeza que amanhã o dia vai ser ainda mais divertido, com tentativas falhadas a tempo inteiro por parte de Bindi tentando se vingar...

Faço a cadeira balançar para tráś e para a frente, ao ritmo da música que Elloise, a mulher de Villence cantava, com o rapaz acompanhando-a com uma viola. Apesar das constantes interrupções de Villence para servir algum cliente ou se meter em alguma conversa alheia como ele sempre faz, a garota mantinha-se firme e concentrada, sempre com um sorriso na cara que deixava qualquer um que lá jantasse logo bem disposto. Cantava sobre possíveis tesouros e explorações que o mar nos guardava, não fosse o mesmo povoado por bestantes estrategicamente colocados nos limites marítimos do distrito para nos impedir de tal coisa. E o povo cantava juntamente com ela, ou pelo menos tentavam, incluindo Fenrir que ainda pouco ou nada sabia sobre as músicas típicas do Quatro - causando todo aquele alarido que os alguns vizinhos de Villence, principalmente meu pai, não gostavam nada. Felizmente, eles são aqui a minoria... é justamente me lembrando disso que acompanho eu também Fenrir nas suas cantorias desafinadas, mais alto ainda.


Girls are not meant to fight dirty
Never look a day past thirty
Not gonna bend over and curtsey for you




Última edição por Zora Greyport em Ter Jul 11, 2017 5:27 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Zora Greyport

avatar

Mensagens : 35
Data de inscrição : 16/03/2017
Idade : 18
Localização : Distrito 4
Jogador : Johanna

MensagemAssunto: Re: Distrito 04   Ter Jul 11, 2017 2:58 pm


ZORA GREYPORT
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬

Já faz alguns dias que a turnê de Dante Archer havia começado, e fazendo parte da rotina dos Jogos Vorazes, todos os dias de manhã interrompemos os treinos na Academia para assistirmos coletivamente à transmissão, sempre com as interrupções chatas de Arodon nos explicando o que devia ou não devia acontecer. Juro que esse homem era pior que qualquer professor que tive na escola. Mas era engraçado ver suas expressões ofendidíssimas quando é para criticar algo que Dante fez ou deixou de fazer, dizendo que tal coisa não podia de maneira alguma acontecer vindo de um possível vitorioso do Quatro. Se tudo correr bem e eu estiver no lugar de Dante ano que vem, espero que Fenrir ou Levi me contem com todo o detalhe a análise de Arodon à minha postura, porque coitado, eu tenho ainda menos paciência e jeito que o rapaz...

Não tento esconder o enorme bocejo a que me surge vontade, porque aquilo começava já se tornando numa perda de tempo. Faltam seis meses para a colheita e o raio do nome da Bindi continua à frente do meu. Raios partam o Arodon e o meu pai... é que a cada dia que passa, a garota se torna cada vez mais insuportável. Ainda não se calou com a merda do rato, principalmente após eu ter fingido um ter passado aos nossos pés durante a noss última luta (a primeira após me ter "vencido" daquela vez) ao que ela admite ter sido o único motivo de ter perdido. Ela passou-se completamente, e desde então que tem tentado me diminuir cada vez mais a cada dia, não que ela já não tentasse antes... mas agora estava num nível tão forçado que já só dá vontade de rir. O mais ridículo é ela ter associado eu a ter enganado da mesma forma que Sidon costuma fazer nos seus combates a ele, a quem ela sempre atirou os olhos, e estar agora irritada com ele também. Não sei que esquemas a sua cabecinha tola montou, se ela achou que a ideia foi dele para me ajudar a vencer ou coisa do género, é que não sei mesmo. Soava tão estúpido na minha cabeça... Sidon nem quis saber, e eu no início achava essa situação toda muito engraçada de tão ridícula que se tornou, mas já começo a ficar saturada com o comportamento recorrente dela nesses últimos dias, mandando indireta a toda hora e não perdendo uma única oportunidade de comentar o que não deve.

Bocejo mais uma vez e mantenho meu olhar fixo no ecrã. Arodon mencionou ontem que hoje faríamos combates mistos, pelo que na minha cabeça só estou torcendo para que Bindi seja alinhada com Sidon para me divertir um pouco.



Girls are not meant to fight dirty
Never look a day past thirty
Not gonna bend over and curtsey for you

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Slash Airsmith

avatar

Mensagens : 47
Data de inscrição : 16/03/2017
Localização : Distrito 4
Jogador : Alison

MensagemAssunto: Re: Distrito 04   Ter Jul 11, 2017 10:46 pm


Slash Airsmith
▬▬▬▬▬☄️⚓️☄️▬▬▬▬▬


Dois meses se passaram desde minha luta com Muralha. Ainda não consigo acreditar que minhas lutas estejam dando mais lucro para Bardo do que as lutas de Quentin, que por sinal, tem se afastado um pouco de mim. Aquele dia cheguei em casa sem um único arranhão sequer, e pude abrir um longo sorriso para minha mãe no dia seguinte, entregando-lhe um pouco do dinheiro que recebi por semana, para não dar nenhum sinal de desconfiança.

Nesse meio tempo, minhas lembranças se tornaram bem nítidas para mim, como se tudo tivesse ficado para trás e finalmente eu pudesse afirmar que aquele Slash é o mesmo de hoje (coisa que infelizmente não é).

Minha relação com Margaery não poderia estar melhor, tirando a parte que Quentin ainda a persegue, mas não levará muito tempo até eu finalmente dar um basta nisso. Meu pai e Sharpen tem ficado cada vez mais próximo de mim, no trabalho e na academia. Era como se aquela parede estivesse começando a desaparecer. Já minha mãe, mesmo sendo sempre tão coruja, começou a confiar em mim novamente. Acho que ela finalmente tinha percebido que eu não desistiria tão fácil assim da ideia de treinar e melhorar o que já era bom anteriormente.

Como todos os dias, levanto mais cedo que o habitual e já coloco a roupa para ir à academia. Saio do meu quarto e abro a porta do quarto de Sharpen.

- Ei, babão, se não levantar em dez minutos farei você comer um pedaço do tatame hoje. – fecho a porta e ouço alguns murmúrios de meu irmão falando que queria comer outra coisa.

Passo pelo quarto de Margaery e hesito em abrir a porta. Acima de tudo, não queria ficar invadindo sua privacidade somente porque moramos na mesma casa. Giro a maçaneta devagar e então deixo a luz entrar em seu quarto. Ela encurta os olhos e sorri para mim. Dou um beijo em sua bochecha e fico mexendo no seu cabelo por um tempo, sem dizer uma palavra sequer. Quando fecho a porta, sinto um arrepio correndo por minha espinha. Por quê eu...


I'm trying understand myself
Who I'm and who they are
Why a promise means so much to me?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Distrito 04   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Distrito 04
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 4 de 6Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Zona de Leiria

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
78º Edição Anual dos Jogos Vorazes :: Panem :: Interações-
Ir para: